Departamento de Segurança Pública

Monografias defendidas

2016.2

Aluna: Betânia de Oliveira Almeida de Andrade
Email da aluna: betaniaalmeida@id.uff.br
Orientadora: Vivian Gilbert Ferreira Paes

“PARA UM MENOR DE IDADE ERRAR UM ADULTO OU VÁRIOS ADULTOS TEM QUE ERRAR ANTES”: UMA ANÁLISE ACERCA DA APLICABILIDADE DOS DIREITOS INFANTO-JUVENIS.

O presente trabalho se insere em um conjunto de pesquisas que visam indagar a relação entre justiça, juventude, criminalidade e violência. Abordo, a partir de revisão de literatura, a problemática vivida pela sociedade brasileira a partir do tratamento concedido aos menores de idade no decorrer de nossa história, tendo como foco o período de transição, quando houve a mudança de uma legislação menorista, que previa a repressão, por outra que teria por objetivo a proteção integral das crianças e adolescentes. Visando compreender a manutenção da clientela da justiça infanto-juvenil, analiso a construção social da figura do jovem, criança, adolescente e “menor”, assim como as consequências da atual restrição dos direitos elencados no ECA, dentre eles: educação, saúde e moradia. Apresento como os jovens não são apenas produtores da violência, mas também suas maiores vítimas. Para tanto, o uso da interdisciplinaridade entre o Direito e outras áreas do conhecimento foi de extrema importância, pois assim torna-se possível relativizar categorias e conceitos, desconstruindo verdades consagradas, reproduzidas pelo fazer jurídico. A partir do trabalho de campo na Vara da Infância e da Juventude, foi possível vivenciar a materialização do direito, minorando o referencial dos códigos e das leis, para explicitar e compreender a realidade social brasileira. O estudo de campo tornou possível a compreensão de como os direitos infanto-juvenis são efetivados, assim como quais as representações sociais são destinadas à estes cidadãos em desenvolvimento.

Aluna: Francyne Coelli Motta Serra

Email da aluna: francyne.motta@gmail.com
Orientadora: Vivian Gilbert Ferreira Paes, Co-orientadora: Izabel Nuñes

NEM LÁ, NEM CÁ: UMA ETNOGRAFIA SOBRE OS CORREDORES DO FÓRUM DA CAPITAL DO RIO DE JANEIRO
Esta é uma pesquisa sobre os corredores das Varas Criminais do Fórum da Capital do Rio de Janeiro como lugar de espera ou de passagem e também como um espaço para a administração institucional de conflitos. Além disso, será apontado quem são os indivíduos que interagem fora das salas de audiências e dos cartórios e como esta dinâmica social afeta o fazer judicial. Por fim, ao explicitar a relação destes atores com os ambientes formais das Varas Criminais, apresentaremos uma análise sobre o sentido e o significado destas relações tendo como pano de fundo a liminaridade bem como a assimilação do corredor como um não-lugar.

2016.1

Aluna: Maria Eduarda de Figueiredo Rego Barros
Email da aluna: m.efrbarros@gmail.com
Orientadora: Vivian Gilbert Ferreira Paes

O CURSO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DA GUARDA CIVIL MUNICIPAL DE NITERÓI E SUA RELAÇÃO COM A CONSTRUÇÃO DE UMA IDENTIDADE PROFISSIONAL

O presente trabalho foi construído a partir de uma etnografia realizada no Curso de Formação Profissional da Guarda Civil Municipal de Niterói no ano de 2015, onde fui monitora. Meu trabalho de campo partiu da interlocução que tive os com guardas recém- admitidos na Guarda Civil Municipal de Niterói, bem como com os inspetores e coordenadores do curso, agentes que já estavam na ativa. A partir de minhas observações procurei analisar a construção da identidade profissional dos guardas municipais na cidade de Niterói, sendo moldada já no Curso de Formação. Tal análise partiu do contraste entre as aulas ministradas por professores universitários e aquelas de responsabilidade da Guarda Civil Municipal de Niterói e oferecida pelos próprios guardas; fenômeno que é identificado nesta monografia como teoria versus prática, ou “bom senso”. Neste contexto, as aulas de Ordem Unida, nortearam a criação deste projeto, por serem o exemplo mais simbólico da lógica militarizada e hierarquizada a partir da qual esta instituição se desenvolve.

Palavras chave: Guarda Civil Municipal, Curso de Formação, Ordem Unida, Identidade Profissional, Guarda, Bom Senso, Militarização.

 

 

2015.02

 

Aluna: Bianca Ribeiro da Silva

Email da aluna: bianca_brs1@hotmail.com
Orientador: Lenin dos Santos Pires

MENORES EM CONFLITO COM A LEI: Um dilema entre a redução da maioridade penal e a inserção de oportunidades

Resumo: Esta monografia é resultado de uma pesquisa empírica realizada no Centro Regional de Atendimento ao Adolescente (CRIAA-UFF) e na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Providência juntamente com o apoio da iniciativa privada, as quais retratam a inserção de crianças e adolescentes em projetos sociais ditos preventivos e ressocializadores, diante possíveis experimentações de situação de risco e de relações com cumprimento de medidas socioeducativas. A seguir, será feita uma exposição sobre os discursos teóricos diante a criação da categoria social menor, considerada como um problema social a partir do final do século XIX, evidenciando a criação das instituições normalizadoras voltadas para eles. Em suma, farei uma reflexão acerca da redução da maioridade penal e da inserção de oportunidades para o público alvo deste trabalho, revelando as possíveis controvérsias e contradições dos discursos teóricos versus prática.

 

Aluna: Danielle de Souza Oliveira
E-mail da aluna: dani_oliveira_9@hotmail.com
Orientador: Pedro Heitor Barros Geraldo

“BALA PERDIDA”: A CONSTRUÇÃO SOCIAL-MIDIÁTICA E OS PROTOCOLOS PRÁTICOS DE ANÁLISE INSTITUCIONAL DO INSTITUTO DE SEGURANÇA PÚBLICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Esta pesquisa tem por objetivo compreender a construção social da categoria “bala perdida” e sua incorporação nas análises estatísticas oficiais. Essa categoria se relaciona com a questão da segurança pública e o papel midiático, este com forte influência acerca do tema. É feito a análise da expressão “bala perdida”, além de apresentar questões que se correlacionam com este fenômeno. A outra parte da pesquisa corresponde em apresentar e descrever os protocolos práticos de análise institucional sobre casos de vítimas atingidas por “balas perdidas”, como era feita a classificação, contabilização e análise estatística e a nova metodologia apresentada. Desafios de se fazer estatísticas com categorias construídas pelo senso comum sem previsão jurídica. O recorte da pesquisa é o Estado do Rio de Janeiro, onde é apresentado o órgão do governo do estado do Rio de Janeiro responsável pela divulgação e análise de estatísticas de criminalidade e violência – Instituto de Segurança Pública (ISP) e suas produções sobre “balas perdidas”, dados levantados e análise.
Palavras-chave: “Bala Perdida”. Construção Social. Mídia. Protocolos Práticos. Análise Institucional

 

Aluno: Diego Barros do Carmo
E-mail do aluno: diegobarros7@hotmail.com

 

 

Aluna: Dylla de Moura Campos Neves
E-mail da aluna: dylla.neves@hotmail.com
Orientador: Pedro Heitor Barros Geraldo

HIERARQUIA E DISCIPLINA: ANÁLISE DA RELAÇÃO DE ENSINO-APRENDIZAGEM NO CURSO DE TECNÓLOGO EM SEGURANÇA PÚBLICA E SOCIAL

Resumo: Este trabalho de conclusão de curso apresenta as características observadas na relação de ensino-aprendizagem dentro do Tecnólogo em Segurança Pública e Social. O Diferencial do curso é que 73% do corpo de alunos são Praças da Polícia Militar. A relação destes alunos com a universidade nos mostra as diferentes noções de hierarquia e disciplina, onde num universo e no outro significam coisas diferentes. O enfoque é no confronto dessas duas moralidades e os conflitos surgidos a partir de então.

 

Aluno: Eric Maciel Teixeira
E-mail do aluno: eduardericfma@hotmail.com
Orientador: Vladimir de Carvalho Luz

ESCOLA E VIOLÊNCIA UMA ANÁLISE DA SOCIALIZAÇÃO DOS SUJEITOS NUMA UNIDADE ESCOLAR LOCALIZADA NUM BAIRRO PERIFÉRICO

Resumo: Este trabalho de conclusão de curso apresenta alguns elementos referentes à sociabilização entre os indivíduos que compõem a rotina de uma Unidade Escolar. No espaço da instituição de ensino a partir de um enfoque na questão da violência enquanto elemento que afeta a forma como as relações se dão. Foi possível perceber que a mesma se apresenta em várias modalidades e gera diferentes efeitos no exercício das atividades dos profissionais que prestam seus serviços na escola. Durante a pesquisa, foi possível constatar também que além de possuir várias modalidades, a violência também se apresenta como oriunda de diversas fontes.

Palavras-chave: Escola, violência, profissionais da educação e alunos.

 

Aluno: Felipe Augusto de Campos Maiorini
E-mail do aluno: maiorini46@hotmail.com

Orientador: Pedro Heitor Barros Geraldo

 

 

Aluno: João Vitor Freitas Duarte Abreu
Email do Aluno: Jvitorabreu@Hotmail.Com
Orientador: Pedro Heitor Barros Geraldo

“UMA LUZ NO FIM DO TÚNEL”: UMA PESQUISA SOBRE O CUMPRIMENTO DA PENA NO MÉTODO APAC DE GESTÃO CARCERÁRIA.

Resumo: Este trabalho de conclusão de curso se propõe a compreender através do Programa Novos Rumos vem apoiando institucionalmente a consolidação do método de gestão carcerária APAC e a criação de novas unidades no estado. O método APAC tem como objetivo a “ressocialização” do preso oferecendo o cumprimento da pena de forma mais “humana”. A partir das observações realizadas na unidade APAC de Manhuaçu-MG, a interação com gestores dos órgãos responsáveis sobre a questão penitenciária no Estado de Minas Gerais, apresento os aspectos que caracterizam execução dessa política pública. Ao oferecer o cumprimento da pena de forma mais “humanizada”, essa instituição tem auto se afirmado como uma revolução no sistema penitenciário. O processo de expansão ao se tornar uma política pública em Minas Gerais, as relações ditadas pelo discurso religioso e o perfil do “recuperando” também serão tratados.

 

Nome do aluno: João Batista Porto de Oliveira Junior
Email do aluno: jb.portorjbr@hotmail.com
Nome do orientador: Lenin dos Santos Pires

PRA SEU GOVERNO: INSTITUCIONALIZAÇÃO DE ESPAÇOS DE PARTICIPAÇÃO POPULAR NO CAMPO DA SEGURANÇA PÚBLICA

Resumo: Este trabalho consiste em fazer uma análise dos Conselhos Comunitários de Segurança como uma política pública de segurança, que visa institucionalizar espaços de participação popular no campo da segurança pública. Analisando também os sentidos atribuídos aos discursos sobre segurança pública e os conflitos resultantes nesse campo, bem como origens, estruturas de funcionamento e a dinâmica de sociabilidade nesses espaços.

 

Aluno: Jonathas de Sousa Barboza
E-mail do aluno: jonathasbarbozatst@gmail.com
Orientadora: Vivian Gilbert Ferreira Paes

A GUARDA MUNICIPAL DE NITEROI: DILEMAS E PRATICAS DE CONTROLE URBANO .

Nesta monografia busco discorrer num contexto histórico sobre o processo de descentralização da segurança pública, as políticas indutivas de segurança, e sobre as transformações que levaram as guardas municipais de instituições ocupadas na vigilância de seus próprios, para instituições que compõem as forças de segurança pública responsáveis pela prevenção da violência e da criminalidade. Abordo alguns aspectos específicos da estrutura da GCM de Niterói seu histórico e divisão das funções. Procuro descrever a respeito a uma análise do patrulhamento realizado a pé pela guarda de Niterói denominado de Controle Urbano. Serão abordadas questões relativas às relações entre os guardas e os camelôs, os acordos de cordialidade que se estabelecem como princípios que norteiam essa relação, assim como as formas de uso do espaço público pelo comércio informal. Com estes elementos, pretende-se entender o lugar das instituições de segurança enquanto agentes de aplicação direta dessas políticas.

 

Nome do aluno: Marcos Paulo do Couto Silva
Email do aluno: marcos1991_couto@yahoo.com
Nome do orientador: Lenin dos Santos Pires

“QUANDO A ORDEM É UNIR! Percepções e Representações de uma Guarda Municipal em Formação”

Resumo: A presente monografia é resultado de uma etnografia realizada no curso de formação para a Guarda Civil Municipal de Niterói, a qual tenho por objetivo apresentar as questões que envolvem o curso de formação. A seguir, analiso os discursos da Segurança Pública e a inserção da Guarda Municipal no debate, o curso de formação de 2002/2003, a Matriz Curricular Nacional para a Formação em Segurança Pública e uma apresentação da Guarda Municipal de Niterói. Por fim, contextualizo as “dinâmicas de atuação dos “novos” guardas de Niterói. Trazendo para o debate o ethos militar presente na Guarda Municipal e seus reflexos, algumas categorias nativas presentes na atuação, as dinâmicas da lei versus o “bom senso”, os conflitos entre guardas e “camelôs” e os discursos em torno do porte de arma de fogo na instituição.

 

Aluna: Mariana Vianna de Barros Silva
E-mail da Aluna: mariana.vianna.bs@hotmail.com
Orientador: Lenin dos Santos Pires

“ARMA NA CINTURA E BATOM NO BOLSO” UM ESTUDO ETNOGRÁFICO SOBRE A ATUAÇÃO DE MULHERES POLICIAIS MILITARES DO RIO DE JANEIRO EM UPPS.

A monografia apresenta análises de trabalho de campo em que visa-se entender a administração institucional de conflitos na Unidade de Polícia Pacificadora da Providência no Rio de Janeiro, e compreender as lógicas que envolvem os espaços públicos estudados. No primeiro capítulo há uma descrição detalhada do campo. No segundo capítulo forcar-se-á na relação entre as “fems” e a população da comunidade, objeto desta monografia, além de evidenciar os discursos apresentados pelas interlocutoras, e as principais atividades desempenhadas na Unidade. O terceiro capítulo possui uma reflexão sobre o momento em que Políticas Públicas de Segurança Pública se tornaram prioridade no Brasil até a chegadas das UPPs, e traz à tona uma discussão sobre a formulação destas, os impactos e as especificidades.
Palavras Chave: UPPs. Policiais. Fems. Discursos. Comunidade.

 

Aluno: Rodrigo Hélio Nascimento de Andrade
Email do Aluno: rodrigoandrade.br@gmail.com
Orientador: Lenin Dos Santos Pires

SOBRE UM CENÁRIO: UMA AUDIÊNCIA DE INSTRUÇÃO E JULGAMENTO (AIJ) EM UM CASO DE “REPERCUSSÃO”
Resumo: Este trabalho final de conclusão de curso é resultado do estudo de campo feito nas dependências de uma Comarca da cidade do Rio de Janeiro. Consiste no acompanhamento da Audiência de Instrução e Julgamento de um caso considerado de ‘repercussão’, envolvendo o desaparecimento de um morador da favela da Rocinha após uma abordagem policial. O trabalho buscou percorrer e reproduzir as falas, formas e os lugares dos “atores” do campo a fim de identificar problemas e discussões feitas ao longo do curso de formação de Bacharéis em Segurança Pública e Social da UFF, bem como compreender as moralidades acionadas neste lugar.

 

Aluno: Wesley de Aquino Franco
E-mail do aluno: wesleyaquinofranco@hotmail.com
Orientadora: Vivian Gilbert Ferreira Paes

UM BARRIL DE PÓLVORA: ANALISE E REFLEXÃO SOBRE OS ARRASTÕES NA PRAIA DE IPANEMA-RJ.

Está é uma pesquisa sobre a dinâmica social do arrastão, fenômeno social que emerge na cidade do Rio de Janeiro, em especial no verão, e na praia de Ipanema desde o final do século passado. Analisaremos os fatores históricos, os contextos, o discurso dos jovens, dos agentes e do Estado, bem como suas ações. Por fim, descreveremos as políticas públicas adotadas ao longo dos anos, suas conseqüências e alternativas para a administração do conflito.

Palavras-chave: Arrastão, Ipanema, Controle Social, Políticas Públicas.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Estágio Supervisionado

Estágio Supervisionado

Prezados (as) alunos (as), Em reunião do Colegiado do Curso de Graduação em Segurança Pública do [...]
Pós-Graduação Lato Sensu

Pós-Graduação Lato Sensu

cvcccc[...]
No thumbnail available

Inscrição de Disciplina

Conforme calendário escolar da UFF em 2016: a inscrição online de alunos regulares da UFF ocorre[...]